topo

facebook

mais saúde

13-06-2016

Numa época de férias e viagens para paraísos de calor e alegria, quem de lembra do ZIKA?! ZIKA….MAIS UM VIRUS. Como aprender a viver com ele?



Segundo os especialistas, o Zika é um vírus que veio para ficar durante pelo menos alguns anos e cujas consequências da infeção tem um risco demasiado elevado para nos esquecermos da prevenção.

Para já, a única forma de evitar o “desastre” é termos consciência dos riscos e usarmos a prevenção (repelentes de insetos, cobrir o máximo de área do corpo ou mesmo evitar zonas endémicas, se se justificar).
Por isso faça como os marinheiros e previna-se em terra com Repelente de Insetos e INFORMAÇÃO.

Os sintomas da infeção pelo virus Zika incluem febre baixa, dor nos músculos e articulações, além de vermelhidão nos olhos e manchas vermelhas na pele, comichão na pele. Ao contrário de uma gripe comum não vem acompanhada de calafrios nem tosse. A doença é transmitida pelo mesmo mosquito da dengue, e os sintomas normalmente surgem 10 dias após a picada (e não há nada mais fácil do que a picadela de um mosquito durante umas férias de verão).
Mas, em cerca de 80% dos casos, esta infeção não causa nenhum sintoma, sendo por isso chamada de assintomática.

Acredita-se, que as pessoas que não manifestam sintomas desta infeção tenham um sistema imune mais forte.
Para já, sabemos que este vírus atravessa a barreira da placenta, provocando microcefalia no feto, por isso as grávidas devem estar especialmente atentas e optarem por zonas em que não haja, à partida o vírus ou na sua impossibilidade não esquecerem da prevenção.

Este vírus também é transmitido por via sanguínea e sexual.
Pode provocar ainda a Síndrome de Guillain-Barré. Após a infeção pelo vírus, o sistema imune pode “enganar-se” e começar a atacar as células sadias do corpo. Neste caso, as células afetadas são as do sistema nervoso, que deixam de possuir a bainha de mielina, que é a principal característica do Guillain-Barré. Assim, meses após os sintomas da infeção pelo Zika diminuírem e serem controlados, pode surgir sensação de formigueiro em algumas áreas do corpo e fraqueza nos braços e nas pernas, que indicam a Síndrome de Guillain-Barré.

Apesar de aparentemente não causar Lúpus, já foi registrada a morte de um paciente diagnosticado com Lúpus há vários anos, após a infeção com o Zika vírus. Por isso, embora não se saiba exatamente qual é a ligação entre esta doença e o lúpus, o que se sabe é que o lúpus é uma doença autoimune, onde as células de defesa atacam o próprio corpo, e existe a suspeita de que a infeção que o vírus Zika provoca possa enfraquecer ainda mais o organismo, sendo potencialmente fatal.

PREVINA-SE E BOAS FÉRIAS

‹‹ voltar

newsletter

autorizo termos do registo autorizo termos do registo
Mapa do site | FAQ’S |
Compra e Entrega de Medicamentos | Como comprar | Como enviar | Como pagar | Confirmação e Cancelamentos | Devoluções | Política de privacidade | Termos e Condições

CONTACTOS

Rua dos Bombeiros nº50 - 52
4730 - 752 Vila Verde
Portugal

Telefone:
253 353 020

Email:
geral@farmaciafatimamarques.pt

Marques e Marques Healthcare, Lda.
NIF: 513341080

Direção Técnica: Drª Maria Fátima Barreira Marques
Farmácia Fátima Marques © copyright 2022 | Todos os direitos reservados | Livro de reclamações | handmade by brainhouse